Infame

InfameLab [1]: Prisão. O que eu tenho a ver com isso?

O InfameLab é um encontro periódico no qual conversamos sobre assuntos que nos fazem pensar e nos tiram da nossa zona de conforto, sempre na companhia de convidados que tem algo a dizer. Nós acreditamos na importância de encontros presenciais que transcendam a frieza do universo digital, permitindo que nos olhemos nos olhos, que nos toquemos ou esbarremos uns nos outros. É desse tipo de contato que nascem as grandes ideias.

25 de janeiro de 2017

A primeira edição do InfameLab acontecerá no dia 04 de abril. Confira o convite do evento aqui.

Nesse 1o encontro teremos a exibição do Minidoc “Os Outros de Nós Mesmos”, produzido pelo Infame, seguido de um debate, ambos sobre um tema bem atual e importante: O Sistema Carcerário Brasileiro. A ideia é que a discussão vá além das questões técnicas, abordando o assunto sob diferentes perspectivas: literária, psiquiátrica, social, política, etc.

[O Brasil é a 4a maior população penitenciária do mundo, com 600 mil presos. Após as tragédias ocorridas no início do ano em rebeliões nos presídios de Manaus e de Boa Vista, esse assunto voltou à agenda dos principais meios de comunicação do País. Em meio ao descontrole, além de surgirem propostas de privatização do sistema carcerário, presenciamos a discussão sobre a transferência dos recursos destinados a ele para a compra de armamentos, tornando a situação ainda mais caótica.]

A participação é gratuita! Pedimos apenas que confirmem a presença no email [email protected].

——

# Programação

 [19:30] – Abertura
[20:00hs às 20:30] – MINIDOC: “Os Outros de Nós Mesmos”, Infame;
[20:30hs às 22:00hs] – DEBATE: “Prisão. O que eu tenho a ver com isso?”;

# Moderacão:

– Regina Egger é historiadora, comunicadora social e doutoranda em História Social (USP). É apaixonada pelo campo de participação e atua há mais de uma década como facilitadora, convicta sobre a potência dos diálogos e processos colaborativos para a construção de um mundo verdadeiramente melhor. Faz parte do movimento #Vempraroda, do coletivo Virada Política e da rede Democracia Profunda Brasil.

# Participantes:

– Natalia Timerman nasceu e sempre viveu em São Paulo. É médica psiquiatra pela Unifesp, mestre em psicologia clínica pela Usp e pós-graduanda em formação de escritores pelo Instituto Vera Cruz. Trabalha há 5 anos no Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário. Publicou Desterros – Histórias de um hospital-prisão em 2017, pela Editora Elefante.

– Reginaldo da Silva – é ex-detento e hoje trabalha na Pano Social, empresa de tecelagem que contrata ex-detentos. Desde que saiu da prisão, há alguns anos, tenta superar preconceitos, reconstruir sua vida ao reinserir-se na sociedade.

– Fernando Mendes foi defensor público nos anos 80 e 90, dedicando-se à defesa judicial de inúmeros réus nesse período, especialmente na antiga Casa de Detenção do Estado. Hoje é psicólogo e tem formação no Instituto Jung de Zurique.

– Bruno Zeni é pesquisador em nível de pós-doutorado junto ao Departamento de Literatura Brasileira da USP e bolsista Capes-PNPD. Mestre e Doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada pela mesma instituição, é autor de “Sinuca de Malandro: Ficção e Autobiografia em João Antônio”. Como escritor, também publicou “Você é minha notícia secreta”, “Corpo a corpo com o concreto” , “Sobrevivente André Du Rap”, entre outros livros. É professor de Criação Literária no Instituto Vera Cruz e editor da Quelônio.

OBS: Teremos Foodtruck com comes e bebes no dia!
Esperamos vocês!